De dentro do ônibus

Escutando minhas músicas, minhas melancolias ressonando nas charadas e cortes, nos gritos calados.

No metrô a caminho de Copacabana. Escutando também minhas músicas, brasileiras músicas, lembro-me de passar pelas entupidas estações, talvez Chandni Chowk, Central Secretariate ou quem sabe Kashmere Gate. Nessas estações de metrô de Nova Déli um dia parei para observara aquelas pessoas todas. Os indianos, cada um de um jeito, cada um com uma roupa e uma crença diferente. Monges budistas, mulheres tribais com roupas tão coloridas,  homens grandes e seus vistosos bigodes, esses misteriosos sikhs. Conversando com uma amiga falei que alguns Sikhs lembram tanto bandido de filme de James Bond. Ela não me achou um entnocentrista sem noção e ainda confidenciou, com graça: “É só estilo mesmo, eles são ótimos”. Dentro do vagão, olhando eles me olhando e pensando, “que bom estar aqui”. Eu, ali, quase distraído, quase banal, quase só pegando um metrô pra ir pra casa. Dentro do metrô a caminho de Copacabana me lembrei desses outros dias, desse outro metrô.

Anúncios
Published in: on 29/05/2013 at 21:07  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://obarseular.wordpress.com/2013/05/29/de-dentro-do-onibus/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: